Hérnia Discal

1/6

O que é?

 

Entre cada vertebra, existem estruturas chamadas Discos Vertebrais. Estes discos servem para manter o espaço entre as vertebras e são moles o suficiente para permitirem os movimentos de flexão e inclinação. São revestidos por uma armação exterior mais densa com um interior mais mole, gelatinoso.

Quando a camada externa sofre uma rutura ou um ponto de fraqueza no tecido, o núcleo gelatinoso sai do seu interior, criando uma ‘bolsa’ anormal à estrutura corporal a que chamamos Hérnia Discal (no disco). Quando esta comprime um nervo no canal espinal, pode produzir uma serie de sintomas como dor, fraqueza muscular, formigueiro, que variam consoante o nervo que está a ser comprimido.

 

 

Quais os Sintomas?

 

As suas causas são variadas. Aqui deixamos algumas delas:

 

- Excesso de peso corporal/obesidade

- Más posturas frequentes e repetitivas, seja na posição sentada ou em pé

- Profissões e atividades que exigem excessivos levantamentos de pesos

- Alterações degenerativas (com ou sem traumatismo) da coluna vertebral

 

 

Que tratamentos tradicionais são sugeridos normalmente?

 

Tradicionalmente existem como tratamento inicial com o objetivo de aliviar os sintomas:

 

- Adquirir bons hábitos posturais

- Perder peso, se necessário

- Prática de exercício

- Medicamentos analgésicos

- Fisioterapia

- Estimulação elétrica transcutanea

 

Se após esta fase inicial os sintomas persistirem (depois de 8 a 12 semanas), é sugerida cirurgia. Durante o período de recuperação pós-cirúrgico, não devem ser realizadas atividades que possam atrasar o processo de cura ou que façam reaparecer o problema.

A proposta Spiralis:

 

Descubra a oferta Spiralis para a eliminação da dor e como o ajudamos a ter novamente uma vida harmoniosa, tudo isto com produtos e terapias 100% Naturais. O resultado vai valer a pena. 

- Sem Cirurgia

- Sem Fármacos!

© 2014 por Spiralis.