Insónia

Estudos demonstram que dormir é uma ‘atividade’ absolutamente necessária!

A duração do sono em cada individuo varia consoante a idade, hábitos, estilo de vida, sendo que de uma maneira geral oscila entre as 4h e as 12h. Estudos demonstram que dormir é uma ‘atividade’ absolutamente necessária já que durante a mesma, ocorrem funções fisiológicas imprescindíveis para o equilíbrio psicofísico de cada um.

 

Durante o sono, existe uma perda reversível da consciência e da atividade motora que têm um efeito reparador ao nível no cansaço físico e psíquico, sendo considerado assim uma situação fisiológica do organismo, fundamental para o bem-estar durante o dia que se segue.

 

Grande parte da população tem transtornos do sono em algum momento da sua vida. A proporção é mais elevada em idosos, mulheres e pacientes com problemas médicos ou psiquiátricos

 

A Insónia pode ser representada de várias formas. A dificuldade para iniciar o sono - deixar-se adormecer -, acordar várias vezes durante a noite ou acordar muito cedo de manhã, antes da hora pretendida.

Em determinadas alturas da vida, nomeadamente em situações pontuais de stress como exames escolares ou antes de uma viagem, é normal haverem noites em que existe a dificuldade em adormecer. Normalmente, sendo um caso Agudo/Transitório, deverá durar dois ou três dias e depois desaparece, daí não ser recomendado nenhum tratamento já que se remite quando ultrapassada a causa que provocou a situação de stress. Em casos de maior gravidade como problemas familiares, pode durar no máximo até quatro semanas, encaixando-se no grupo de Curta Duração. Todos os casos que passarem a barreira das quatro semanas, tornam-se então os considerados Crónicos e já exigem preocupação, seja por uma situação concreta ou simplesmente porque não consegue descansar.

 

Pode-se classificar a insónia também consoante a sua intensidade numa escala de três níveis que são Leve – acontece quase todas as noites -, Moderada – todas as noites e associado com uma deterioração mínima na qualidade de vida do individuo e onde se observa já sintomas associados como ansiedade, fadiga, irritabilidade…  -, e Grave – todas as noite também mas já apresenta uma deterioração moderada na qualidade de vida, podendo levar a um agravamento dos sintomas anteriormente descritos e outros como sonolência diurna, falta de concentração, incapacidade para se sentir ativo durante o dia, alterações de humor e do estado de espirito, irritabilidade.

Quando não resolvido este problema ignorado por muitos, em situações extremas e a largo prazo, estudos demonstram que existe uma maior tendência da parte destes indivíduos a padecer de depressões, ansiedade e alcoolismo. Nas pessoas mais idosas, as perturbações graves no sono, podem contribuir à deterioração cognitiva, perda de equilíbrio - que aumenta o risco de quedas - e reflexos lentos. 

 

Quando se trata a Insónia com Medicina Natural como Medicina Tradicional Chinesa ou Naturopatia, o sistema nervoso tende a acalmar-se. Os tratamentos são tão eficazes porque são dirigidos a acalmar o stress e equilibrar a energia, que são fatores importantes no que diz respeito a este problema, sendo assim Insónia uma das consultas mais comuns no que diz respeito as estas especialidades: pela sua eficácia e pela ausência de efeitos secundários.

 

Abaixo deixamos os primeiros passos para combater a Insónia

 

  •  Faça exercícios de respiração, meditação ou outras formas de relaxamento.

 

  •  Duas horas antes de se deitar, evite comer picante, carnes vermelhas e grande quantidade de comida, assim como álcool ou cafeína.

 

  •  Evite usar (para trabalho ou lazer) o computador, tablet ou telemóvel antes de dormir. A emissão de luz (principalmente a luz branca destes aparelhos) sobre a Glândula Pineal faz com que esta deixe de produzir melatonina, hormona responsável pela regularização do sono. Faça os possíveis para ter no quarto apenas luzes ‘amarelas’.

 

  •  Faça exercício físico, de preferência de contacto com a Natureza.

 

  •  Trabalhe de dia e de noite descanse. Não vale a pena pensar no trabalho quando vai dormir, esses pensamentos excessivos podem ser uns dos causadores da Insónia. 

 

  •  Acenda um queimador de Óleo Essencial (Biológico já que apenas este tem efeito terapêutico, o artificial só cheira bem e faz mal) duas horas antes de se deitar no quarto onde dorme. O cheiro calmante pode induzir o sono.

© 2014 por Spiralis.